Falar sobre suicídio é bastante complicado.
Este tema mobiliza a todos, pois se trata de um assunto tabu na sociedade, cheio de sentimentos como culpa, impotência, angústia.
Ultimamente tem sido mais comentado devido a series como 13 rações por quê e o “jogo” da baleia azul.
Nossos alunos e adolescentes de todo o Brasil ficam extremamente vulneráveis frente tantas informações equivocadas sobre o assunto.
Por isso e também para encerrar o mês de Setembro amarelo, o colégio adventista da Granja Viana e a psicóloga Samara Lopes Ninahuaman, realizaram uma capela sobre o suicídio.
No dia 29 de Setembro os alunos do 8° ao 3° ensino médio tiveram a oportunidade de tirar suas dúvidas e se juntar ao movimento seja uma luz no fim do túnel.

As principais dúvidas que foram respondidas seguem abaixo:

Porque alguém tenta o suicídio?
As pessoas que enxergam o suicídio como uma opção estão passando por um sofrimento profundo e angustiante. Geralmente as pessoas que tentam o suicídio não têm a intenção de se matar, mas sim de matar sua dor.
Por isso é essencial que essas pessoas tenham uma rede de apoio próxima e livre de julgamentos.

Os suicidas são loucos?
Apesar do comportamento suicida estar associado à alguns transtornos mentais como a esquizofrenia e a depressão, considerar as pessoas que tentam o suicídio como loucas é bastante inadequado.
Primeiro por que associar transtornos mentais com loucura é extremamente errado e preconceituoso. Além disso, esse tipo de julgamento dificulta as pessoas que sofrem de se abrirem por medo de serem considerados loucos. Precisamos ser cada vez mais empáticos com a dor do outro para podermos ajudar ao invés de piorar a situação.

Falar sobre suicídio não encoraja o ato?
Depende da forma como é feito. Geralmente falar sobre o assunto sem muitos detalhes, sem mostrar como modo de mudança na sociedade e sem sensacionalizar, pode ser bastante benéfico para divulgar informações corretas e também prevenir futuros casos.

Como saberei se alguém com quem me preocupo tem pensamentos suicidas?
Geralmente, alguns dos sintomas mais comuns da depressão podem ser facilmente identificados. Como tristeza e falta de motivação, chorar constantemente, tendência a se isolar, perda do sentido da vida e falta de prazer em realizar coisas que antes sentia bastante prazer. Pode ser percebido também por mudanças drásticas no ciclo do sono e alimentação. Uma boa conversa sobre a vida e hobbies pode também dar dicas, já que pessoas que perderam o sentido geralmente não se aprofundam muito no assunto, ou dizem não sentir prazer em nada. Dependendo do grau de intimidade também vale perguntar francamente se a pessoa teve, ou tem ideias de morte, de desistir de tudo ou se ate mesmo já pensou em se matar. Mas cuidado para não ficar falando demais sobre as formas como poderia se matar pois isso pode dar sugestões para a pessoa.

Conversar, conversar, conversar. Como pode uma conversa ajudar?
Falar sobre os sentimentos de forma sincera, e ser verdadeiramente escutado por alguém, livre de julgamentos, traz um alivio instantâneo para a pessoa que sofre. Conversar sinceramente sobre o que se sente, os medos, as dificuldades da vida, alivia e também ajuda a solucionar muitos problemas. Claro que uma conversa com um amigo não substitui um bom profissional. Sempre que precisar busque ajuda, sempre terá alguém disposto a te ouvir. Caso no seu entorno não tenha ninguém com quem contar, busque o apoio de sites como o https://www.cvv.org.br/.

E eu, corro este risco?
Todos estamos sujeitos a entrar na depressão e ter ideias suicidas. Porem alguns estão mais vulneráveis que outros. Para evitar de na hora da angustia não encontrar ninguém para te ajudar, o aconselhável é desde já ter uma lista de pelo menos 5 pessoas que estariam dispostas a te ouvir, acolher e ajudar buscando ajuda de um profissional. Faça um pacto consigo mesmo de que caso a tristeza aumente você ira ligar para cada uma dessas pessoas ate se sentir melhor.

Também foi apresentado um vídeo bastante elucidativo que você pode conferir abaixo:

Você é muito especial para todos nós e queremos poder te ajudar!
Conte com a equipe da Escola Adventista da Granja Viana
E guarde no coração a promessa Divina:
Salmos 30:4 e 5
“Cantem ao SENHOR, todos que lhe são fieis! Louvem seu santo nome, pois sua ira dura apenas um instante, mas seu favor, a vida inteira! O choro pode durar toda a noite, mas a alegria vem com o amanhecer.”